Por Que Ninguém Fala Sobre Saúde Mental? | Autoridade Fitness
Por Que Ninguém Fala Sobre Saúde Mental? | Autoridade Fitness
4 (80%) 1 vote

Se a gente disser para você que existe um aspecto da vida saudável que é fundamental e, mesmo assim, você provavelmente nem sabe que tem a ver com a sua saúde, você acreditaria?

A maioria das pessoas sequer tem coragem para falar desse assunto, mas ele é de EXTREMA importância. Por isso, hoje a gente vai falar de um tema que precisa ser abertamente discutido, entendido e, acima de tudo, aceito: a saúde mental. Esse tema ganhou maior visibilidade em julho de 2017, depois que a história de Madalyn Parker viralizou. Ela decidiu tirar dois dias de folga do trabalho para cuidar da sua saúde mental e, surpreendentemente, a resposta do CEO da empresa foi muito positiva! Ele respondeu pessoalmente agradecendo a ela por lembrar a todos da importância desse assunto.

saúde mental

O que é Saúde Mental ? O que fazer para cuidar dela ?

Mas afinal, por que esse assunto é um tabu? O que é saúde mental? E o que você pode fazer pra cuidar da sua saúde mental? A OMS define saúde mental como sendo “um estado de bem-estar em que o indivíduo reconhece suas próprias habilidades, pode lidar com os estresses normais da vida, pode trabalhar de forma produtiva e frutífera, e é capaz de contribuir para a sua comunidade”. Agora, se gastamos tanto com planos de saúde, se passamos tantas e tantas horas por semana praticando exercícios e cuidando da alimentação, se ficamos em casa quando estamos doentes ou machucados, por que não temos o mesmo cuidado com nossa saúde mental? Existem três partes do cérebro responsáveis para reagir ao estresse: a amígdala, o hipocampo e o córtex frontal, que também afeta o seu comportamento. Se você dorme, se alimenta mal e está emocionalmente estressado, vai acabar produzindo os chamados hormônios do estresse, especialmente o cortisol, podendo diminuir sua atenção, percepção espacial e memória, além de aumentar o risco de sobrepeso.

Sintomas de que sua saúde mental não vai bem




Existem muitas maneiras de controlar sintomas que são suficientes para impactar o seu bem estar, aliviar o estresse do dia a dia e manter a sua mente tranquila. Pra começar, atividades físicas são excelentes e podem inclusive melhorar o seu humor. Quer saber mais? A gente já explicou tudo em outro vídeo, chamado “por que treinar melhora o humor”. Além disso, uma série de estudos conduzidos por Julia Rucklidge, professora de psicologia clínica na Universidade de Canterbury, na Nova Zelândia, mostraram o poder que a nutrição tem para diminuir os efeitos de certas doenças mentais, como transtorno bipolar, ansiedade, estresse e transtorno pós traumático. Segundo Julia, corpo e cérebro bem nutridos com micronutrientes suportam melhor o estresse e se recuperam mais facilmente de doenças mentais.

No seu estudo, alguns sujeitos receberam micronutrientes, como vitaminas e minerais, e outros foram deixados sem essa suplementação. Ela descobriu que as pessoas que receberam os micronutrientes melhoram não apenas os sintomas pesquisados, mas também passam a dormir melhor, estabilizam o humor, diminuem a ansiedade e reduzem a necessidade por álcool e cigarros. Pense bem: você pode alcançar os mesmos benefícios com uma alimentação balanceada! Alimentos ricos em ômega 3, como peixes, nozes, amêndoas e linhaça, estão relacionados com a prevenção de psicose e doenças neurodegenerativas, por exemplo. E aqui vai uma última dica, mas muuuuito importante: Estudos apontaram que esse ritmo acelerado no qual vivemos não apenas nos dá aquela dorzinha de cabeça e nos deixa estressados, como também pode contribuir cada vez mais para o desenvolvimento de transtornos mentais, como ansiedade e depressão.

Dica importante




Desconecte-se! Lembre de separar uma horinha por dia para passear ao ar livre, ler um livro, meditar, tirar uma soneca, enfim, dar um descanso para a sua mente. Existem muitos tipos e graus diferentes de transtornos mentais, sendo alguns dos mais conhecidos a depressão, os transtornos de bipolaridade e de ansiedade, os transtornos alimentares como a anorexia e a bulimia, o transtorno obsessivo compulsivo (TOC) e a esquizofrenia. Esses transtornos são muito, muito complexos e devem ser estudados a fundo por quem deseja entender cada um deles… o que a gente quer é chamar a atenção para a importância desse tema, para que cada vez mais pessoas se liguem que saúde mental é coisa séria e deve ser tão cuidada quanto a saúde física – já que, na verdade, nem faz sentido separar as duas coisas.

Segundo a OMS, cerca de 20% das crianças e adolescentes ao redor do mundo sofrem de algum problema ou transtorno mental. E mais: cerca de 50% dos transtornos mentais têm início antes dos 14 anos. Na verdade, transtornos neuropsiquiátricos estão entre as principais causas de dificuldades funcionais em jovens. Além da dificuldade para dar sequência às atividades normais da vida, transtornos relacionados à saúde mental elevam o risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e diabetes. Um dos grandes problemas é que muita gente não entende que um transtorno mental não significa que a pessoa esteja louca, com preguiça ou incapaz para o resto da vida. Por causa desse desconhecimento, muitas pessoas negam que elas mesmas ou alguém próximo sofre de um transtorno mental, uma doença com diagnóstico e tratamento. E é assim que ela deve ser encarada. Agora pare e reflita por um instante: você já conversou com seus amigos ou com a sua família sobre cuidados com a saúde mental? A nossa dica é que você encoraje o diálogo no seu círculo de amigos! Se você fala sobre o novo treino da moda na academia, por que não falar sobre ansiedade e depressão? Saúde mental é coisa séria, por isso pesquise, converse, demonstre empatia e, se necessário, procure um médico ou uma médica psiquiatra ou então uma psicóloga ou um psicólogo.

Esse profissional vai saber guiar você pelo melhor caminho. E aí, Legião, gostaram do vídeo? Vocês já conversaram com seus amigos ou com as suas famílias sobre cuidados com a saúde mental? Já tiraram alguns dias para esvaziar a mente? Como foi a experiência? Conte pra gente nos comentários! A gente precisa e quer muito falar sobre o assunto! E é isso aí !Um forte abraço e até a próxima! .

 

Facebook Comments