fbpx
Bolsonaro ganha força no Datafolha e dólar despenca 4% em dois dias

Hoje é mais um dia de euforia no mercado financeiro. Os investidores estão repercutindo o resultado da pesquisa Datafolha divulgada na noite de ontem.

O levantamento confirmou a tendência de alta do candidato Jair Bolsonaro e a estagnação de Fernando Haddad no primeiro turno. Segundo o Datafolha o Bolsonaro tem 32% das intenções de voto enquanto Haddad tem 21%. O terceiro lugar ficou com Ciro Gomes com 11%.

Na simulação de segundo turno Bolsonaro e Haddad estariam empatados dentro da margem de erro da pesquisa. Diante da pesquisa, a bolsa brasileira que já havia subido 4% ontem, registrava alta de mais de 2,5% por cento perto do meio dia de hoje.

Pela manhã,o ibovespa chegou a subir mais de 3% passando da casa dos 85 mil pontos.

aprenda a investir na bolsa de valores

As ações das estatais e bancos eram as que mais se beneficiavam do otimismo dos investidores. Os papéis preferenciais e ordinárias da Eletrobrás, disparavam mais de 11%. Já a Petrobras subia mais de 4%. A Petrobras inclusive voltou a ser a empresa mais valiosa da América Latina, após a disparada das ações no pregão de ontem, só na última terça-feira a companhia ganhou mais de 22 bilhões de reais em valor de mercado e terminou o dia valendo quase 320 bilhões de reais.

Perto do meio-dia somente quatro ações do ibovespa operavam no vermelho. Elas eram encabeçadas pela Suzano que caía mais de 3% na esteira da desvalorização do dólar. A moeda americana tinha baixa de mais de 2% e era cotado na casa dos R$3,84.

Apesar da euforia do mercado financeiro com a possibilidade da vitória de Jair Bolsonaro a agência de classificação de risco, divulgou um relatório ontem afirmando que ele representa um risco maior para a economia do que Fernando Haddad. A agência disse que Bolsonaro é um outsider, o que poderia gerar a incoerência ou atraso na implementação de medidas em um eventual governo.

Bolsonaro ganha força no Datafolha e dólar despenca 4% em dois dias
5 (100%) 1 vote

Facebook Comments